Ser Gay é um dom de Deus


Felizmente nossa comunidade entende o Evangelho de inclusão, que coloca todos nós na mesma tenda para a adoração e ministério. Pois ser capaz de amar outra pessoa é um dom de Deus! Como seres humanos, temos a capacidade de amar outra pessoa, colocando os sentimentos e interesses dos outros à frente dos nossos. Este é agape no grego que é a palavra usada por Jesus quando ordena seus discípulos a amar uns aos outros. Contudo, além de Ágape, há também o Eros phileoEros é o amor baseado em prazer e phileo é o amor baseado na reciprocidade de sentimentos e ações. Em outras palavras, phileo ocorre quando se ama o outro e esse amor é correspondido ou não correspondido. A maioria do mundo opera em eros e phileoOs cristãos são chamados a exercer o amor agapeNo entanto, em nossas relações íntimas, o eros também é muito importante! É a união de duas almas e corpos em um amor fiel e duradouro. O casal Homossexual entende bem essa ligação! Troy Perry era um ministro Pentecostal Batista quando muito jovem. Ele sabia que era gay mas tentou sufocar seus sentimentos. Até tentou o suicídio! Mas felizmente, foi encontrado depois de cortar os pulsos, levado para um hospital e sobreviveu. Então, percebeu que Deus não iria criar alguém para que sentisse ódio. Deus criou Troy Perry, assim como criou todos os Seus filhos LGBT! Troy Perry começou as Igrejas da Comunidade Metropolitana que, em especial tinham ministros gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Estão em todo o mundo e tem um site na Internet. Não é a Bíblia que condena o amor do mesmo sexo! Em nenhum lugar dela é condenado o amor entre pessoas do mesmo sexo ou sequer discutido! O último bastião do movimento dos direitos civis é o estigma e a exclusão de LGBT em nossas igrejas e em nossa sociedade secular. No entanto, os homossexuais podem ser vistos como um presente para nós da igreja, pois apesar de sua terrível perseguição, muitos permanecem firmes em seus relacionamentos amorosos. Apesar de todas as barreiras criadas por cristãos e não-cristãos, muitos permanecem em relacionamentos comprometidos. Constitucionalmente ser LGBT não é uma doença como ter olhos castanhos não é uma doença! A maioria das pessoas homossexuais nasceram assim e como o velho ditado da Escola Dominical diz: "Deus não é de criar lixo." Se você é LGBT, você é abençoado por Deus pois é capaz de amar outro ser humano. As pessoas mais perigosas do mundo são aquelas que ou não têm nada a perder ou que são incapazes de amar os outros. Não há nenhuma razão para não assumir que Deus abençoa o casal gay. Ele abençoa o casal heterossexual casado! Como Jesus disse aos escribas e fariseus, nós anulamos a Palavra de Deus por nossas tradições (Mateus 15:3, 6,9) de seres humanos falíveis. Muitos interpretam a Bíblia para condenar as uniões do mesmo sexo! Colocam que ser LGBT é uma "aflição" e que tal sexo é "intrinsecamente mau." Quando feito em um contexto de amor recíproco, a Bíblia não afirma condenar a homossexualidade. Na verdade, ela é omissa sobre esta matéria! Muitas pessoas LGBT andam por aí carregando a culpa e a vergonha, pois pensam estar condenados diante de Deus e de seus semelhantes. Leia a Bíblia com novos olhos, tendo em conta a mais recente erudição bíblica (Veja, por exemplo, A Bíblia Anotada New Oxford), e veja por si mesmo que Deus criou você assim como é e afirma te amar exatamente como você está. Deus te mostra muito mais graça do que a outros seres humanos! Se você é LGBT, saiba que te foi dado o dom da capacidade de amar por Deus, seu criador. Não tenha medo desse dom, e não o negue como dom dado por Deus. Nada é mais sagrado ou divino do que a capacidade de amar outro ser humano.
Baseado no texto de Jerry S.Maneker.
Fonte: http://www.whosoever.org/