sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

ELISEU E O MENINO MORTO

"Acredito que seja divertido brincar com as Escrituras para ver o que elas podem fazer por nós, se estivermos dispostos a usar nossa imaginação" - Thomas Bohache".¹

A Bíblia é um livro bem grande e cheio de histórias. Portanto, não é de surpreender que algumas delas envolvam, ou pareçam envolver, a homossexualidade de uma forma ou de outra. Na maioria dos casos, porém, é uma questão de interpretação. Então deixe sua imaginação correr solta enquanto você lê essas histórias. A imaginação é muitas vezes a chave para uma interpretação Queer.

Eliseu e o Menino Morto.

Eliseu ² foi discípulo de Elias, e quando era para levantar meninos de entre os mortos, seu mestre deve ter-lhe ensinado muito bem.³
A história começa quando uma mulher de Suném torna-se amiga de Eliseu. Ela o reconhece imediatamente como homem de Deus, o alimenta e pede ao marido que lhe dê um lugar para ficar.
"Eliseu foi a Suném, onde havia uma mulher importante, a qual o constrangeu para comer pão. E foi assim, que todas as vezes que passava ali se dirigia para comer pão. E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que esse que sempre passa por nós, é um homem santo de Deus. Façamos uma pequena câmara junto ao muro, e ponhamos ali uma cama, uma mesa e um banco e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, ali deverá se recolher". 2 Reis 4:8-10.
Então Eliseu se hospedou no quarto que fizeram para ele.
"E ...chegou ele ali, e recolheu-se aquele quarto, e deitou". 2 Reis 4:11.
Eliseu queria retribuir a mulher e seu marido. Então ele pediu ao servo Geazi para olhar para ele. Geazi disse: "Bem, ela não tem filhos e seu marido é velho".
"E disse ao seu servo Geazi... O que há de fazer por ela? E Geazi respondeu: Na verdade ela não tem filho, e seu marido é velho". 2 Reis 4:12-14.
Ele deu uma ideia a Eliseu. Ele a faria ficar grávida!
"Ele disse: chama-a. E quando ele a chamou, e ela se pôs à porta. E ele disse: A este tempo, de acordo com o tempo determinado, tu abraçarás um filho". 2 Reis 4:15.
A mulher pensou que era uma ideia louca. Ela e seu marido eram velhos demais para ter filhos.
"...E ela disse: Não meu senhor, homem de Deus, não mintas a tua serva". 2 Reis 4:16.
Mas Eliseu a engravidou de qualquer maneira. (Os meninos da Bíblia sempre resultam de gestações milagrosas).4
"E a mulher concebeu e deu à luz um filho, no tempo determinado, no ano seguinte, como Eliseu tinha dito a ela". 2 Reis 4:17.
Anos mais tarde, o menino estava fora, ajudando seu pai, quando segurou a cabeça e gritou: "Minha cabeça, minha cabeça".
"E, crescido o menino, ele saiu para ter com seu pai, que estava com os ceifeiros. E ele disse a seu pai: Ai, minha cabeça! Ai, minha cabeça!". 2 Reis 4:18-19.
No quando voltaram para casa, o menino morreu.
"E ele o tomou, e o levou a sua mãe, e esteve sobre seus joelhos até o meio dia, e então morreu". 2 Reis 4:20.
A mulher colocou seu filho morto na cama de Eliseu e foi procurá-lo no Monte Carmelo.
"Ela subiu, deitou-o sobre a cama do homem de Deus, fechando sobre ele a porta, e saiu. Então ela foi ao homem de Deus, no Monte Carmelo". 2 Reis 4:21-25.
Quando ela o encontrou disse: "Por que você me deu um filho? Eu não pedi nenhum!".
"Então ela disse: Pedi eu a meu senhor algum filho? Não disse eu: Não me enganes?" 2 Reis 4:28.
Eliseu respondeu dizendo a seu servo Geazi para cingir seus lombos, voltar para Suném e colocar o seu bordão no rosto da criança.
"Então disse a Geazi: Cinge os teus lombos, toma o meu bordão na mão, e vai-te... e põe o meu bordão sobre o rosto do menino". 2 Reis 4:9.
Então Geazi viajou para Suném e colocou o bordão de Eliseu no rosto do rapaz morto. (O corpo devia estar um pouco fedido pois de Suném ao Monte Carmelo são cerca de 20 milhas).5
"E Geazi ...pôs o bordão sobre o rosto do menino". 2 Reis 4:31a.

Que droga! O truque de mágica não funcionou.
"Porém não houve nele voz nem sentido". 2 Reis 4:31b.
Geazi volta para o Monte Carmelo para dar a má notícia a Eliseu.
"Pelo que voltou a encontrar-se com ele, e lhe trouxe o aviso, dizendo: O menino não despertou". 2 Reis 4:31c.
Então, Eliseu voltou a Suném para cuidar das coisas pessoalmente. Quando chegou, entrou no quarto, fechou a porta e orou a Deus.
"E quando Eliseu chegou a casa, eis que o menino estava morto sobre sua cama. Então ele entrou, fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao Senhor". 2 Reis 4:32-33.
Então ele se deitou em cima do corpo do menino morto, pôs a boca sobre a boca do menino, os olhos sobre os olhos do garoto, e suas mãos sobre as mãos do menino.
"E subiu a cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo sua boca sobre a boca dele, e os seus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele". 2 Reis 4:34a.
Ainda nesta posição, ele estendeu o corpo do menino morto até que sua carne começar a aquecer.
"E se estendeu sobre ele; e a carne do menino aqueceu". 2 Reis 4:34b.
Mas Eliseu ainda não havia terminado. Ele saiu do menino e caminhou em torno da casa.
"Depois desceu, e andou naquela casa de uma parte para outra". 2 Reis 4:35a.
Então se deitou com seu corpo aquecido sobre o menino e ele espirrou sete vezes.
"E tornou a subir, e se estendeu sobre ele, então o menino espirrou sete vezes". 2 Reis 4:35b.
E com isso, o menino abriu os olhos.
"E o menino abriu os olhos". 2 Reis 4:35c.
Foi uma história muito estranha, não foi? Mas pode ser ainda mais estranha. Veja como Keith Sharpe explica em The Gay Gospels:
"Obviamente, o bordão ...é um símbolo do pênis de Eliseu ...Mas sem o resto do corpo estar lá para chamar toda força da energia do Senhor, o substituto do pênis é impotente" 6  
O milagre necessita da coisa real. Quando Eliseu fornece, o cadáver do menino torna-se quente. E quando o menino retorna a vida real, ele espirra sete vezes.
Jennings, como de costume, vai um pouco mais além, sugerindo que havia mais coisas nestes espirros, e o vê com outros olhos:
"Espirros ...é um outro ato - o ato da ejaculação. Ejacular sete vezes é um sinal de vitalidade, em vez de extraordinário ...O ato de Eliseu ficar em cima do menino ...é um ato de excitação sexual, cujo o sucesso é representado não só pela ereção ...mas também pela ejaculação múltipla". 7

De qualquer forma, a história mostra o quanto Deus ama a homossexualidade. Mas então, acho meio óbvio que é com Levítico 20:13 e tudo.
_________________________________________________________________

1. Thomas Bohache, "To Cut or Not to Cut" em Take Back the Word: A Queer Reading of the Bible, p. 228.

2. Eliseu é talvez mais conhecido por enviar dois ursos para matar 42 meninos que se divertiram de sua calvice.
"Então subindo ele pelo caminho, uns meninos saíram da cidade, e zombavam dele, e diziam-lhe: Sobe, calvo; sobe, calvo! E, virando-se ele para trás, os amaldiçoou em nome do Senhor, então duas ursas saíram do bosque, e despedaçaram quarenta e dois daqueles meninos" 2 Reis 2:23-24.
3. Veja outra história em: http://icmteresina.blogspot.com.br/2015/12/elias-e-o-menino-morto.html.

4. Aqui está uma lista de nascimentos milagrosos na Bíblia. Todos resultaram em meninos.
Isaque, Gênesis 18:10-15; 21:1-2.
Jacó e Esaú. Gênesis 25:21-26.
José, Gênesis 30:22-24.
Sanção, Juízes 13:2-24.
Samuel, 1 Samuel 1:5-20.
O filho da mulher sunamita, 2 Reis 4:14-17.
João Batista, Lucas 1:5-13.
Jesus, Lucas 1:27-38.
5. Dicionário Bíblico de Easton: Shunem.

6. Keith Sharpe, The Gay Gospels: Good News for Lesbian, Gay, Bisexual, and Transgendered People, p. 133.

7. Theoldore W. Jennings, Jacob's Wound: Homoerotic Narrative in the Literature of Ancient Israel, p. 104.

Fonte: dwindinginunbelief.blogspot.com.