QUE TIPOS DE RESOLUÇÕES DE ANO NOVO O CRISTÃO DEVE FAZER?


A prática de fazer resoluções de Ano Novo remonta de mais de 3.000 anos atrás pelos antigos babilônios. Há algo sobre o início de um novo ano que nos dá a sensação de um novo começo. Na realidade, não existe diferença entre 31 de dezembro e 1 de janeiro. Nada místico ocorre na madrugada de 31 de dezembro. A Bíblia não é a favor ou contra o conceito de resoluções de Ano Novo. No entanto, se um(a) cristão(ã) determina fazer uma resolução de Ano Novo, qual seria o tipo de resolução que ele ou ela deveria fazer?

As resoluções de Ano Novo mais comuns são: o compromisso de parar de fumar, para de beber, administrar o dinheiro com sabedoria, e de passar mais tempo com a família. Mas, de longe, a resolução mais comum é a de perder peso, em conjunto com a de entrar em uma academia e comer alimentos mais saldáveis. Estas são todas as metas a serem definidas. No entanto, 1 Timóteo 4:8 nos ensina a manter o exercício em perspectiva: "Porque o exercício corporal para pouco se aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir". A grande maioria das resoluções de Ano Novo, mesmo entre os cristãos, são em relações a coisas físicas. E, isso não deve ser assim.

Muitos cristãos fazem resoluções de Ano Novo para orar mais, ler a Bíblia todos os dias e ir para a igreja com mais regularidade. Estes são objetivos fantásticos. No entanto, estas resoluções de Ano Novo falham tão frequentemente quanto as resoluções não-espirituais, pois não há poder em uma resolução de Ano Novo. Resolver iniciar ou parar de fazer uma determinada atividade não tem valor a menos que tenha a devida motivação para parar ou iniciar tal atividade. Por exemplo: Por que ler a Bíblia todos os dias? É para honrar a Deus e crescer espiritualmente, ou é porque você acabou de ouvir que essa é uma boa meta para se fazer? Por que você quer perder peso? É para honrar a Deus com seu corpo, ou é apenas para vaidade, para honrara a si mesmo?

Filipenses 4:13 nos diz: "Tudo posso naquele que me fortalece". João 15:5 declara: "Eu sou a videira, vós sois os ramos. Quem está em mim, e eu nele, esse dá muitos frutos, porque sem mim nada podeis fazer". Se Deus é o centro da resolução de Ano Novo, ela tem chances de sucesso, dependendo de seu compromisso com Ele. Se for da vontade de Deus que ela seja cumprida. Ele irá permitir que você a cumpra. Se uma resolução não é para honra de Deus e/ou não está de acordo com a Palavra dEle, não receberemos sua ajuda no cumprimento da resolução.

Então, que tipo de resolução de Ano Novo o cristão deve fazer? Aqui estão algumas sugestões:
1. Orar ao Senhor por sabedoria (Tiago 1:5) em relação a suas resoluções, se for o caso, pedir a Deus que lhe dê as resoluções;
2. Orar por sabedoria sobre a forma de cumprir as metas que Deus lhe deu;
3. Confiar na força de Deus para ajudá-lo;
4. Encontrar um(a) parceiro(a) de responsabilidade para ajudá-lo(la) e incentivá-lo(la);
5. Não desanimar com fracassos ocasionais, em vez disso, que eles o motivem ainda mais;
6. Não se tornar orgulhoso ou vaidoso, mas dar glórias a Deus.

Salmo 37:5-6 diz: "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e ele o fará. E ele fará sobressair tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia".