domingo, 19 de janeiro de 2014

Premios Nobel criticam lei russa contra homosexualidade

Os signatários criticam uma legislação russa que impõe penas a qualquer que se manifeste sobre a homossexualidade no país.

Aprueban matrimonio gay en Hawaii
Prêmios nobel criticam lei rusa contra hipossexualidade (Archivo) (Reuters
Londres Em uma carta aberta dirigida ao presidente da Russia, Vladimir Putin, 27 Prêmios Nobel criticaram em duros termos a legislação russa que penaliza a vida de homossexuais no país.
A carta publicada por um periódico britânico "The Independent" conta entre seus signatários o Nobel de Literatura alemã Herta Müller e o sul-africano John Maxwell Coetzee.
"Esta carta foi escrita para demostrar que muitos membros da alto estirpe da comunidade científica se mostra solidários com políticos, artistas, desportistas e muitos outros que tem expressado sua revolta contra as ações do governo russo em relação a seus cidadãos homossexuais", destaca o periódico.
Os signatários criticam, a poucas semanas para o inicio dos Jogos Olímpicos de Inverno na em Sochi, Russia. Uma legislação russa que impõe penas a qualquer que se manifeste sobre a homossexualidade no país em termos que a justiça considere propagandísticos.
Fonte: http://www.milenio.com/