A União Europeia vai proteger os direitos das pessoas LGBT

No dia 17 de dezembro, os deputados votaram a favor da adoção de um roteiro para combater a discriminação em razão da orientação sexual.


A resolução solicitou "prioridade" para a Comissão Europeia (CE) para impulsionar o "reconhecimento mútuo dos efeitos dos estados civis" mudanças legais e de gênero nos países da UE, disse em comunicado o Parlamento.

40 membros do comitê aprovam, enquanto dois foram contra ​​e 6 se abstiveram. "Legalmente, a UE tem a obrigação de combater este tipo de discriminação", afirmou o autor da proposta, o deputado austríaco Ulrike Lunacek (Verdes) . "A Comissão não será capaz de desviar o olhar".


Além disso, o documento aprovado pediu a CE para "continuar a trabalhar com a OMS (Organização Mundial da Saúde)" para remover a transexualidade da lista de transtornos mentais.

O texto já tem o apoio de metade dos Estados-Membros, e agora continuar o seu processo parlamentar, antes de ser submetido à aprovação final.