TV paquistanesa mostra jornalista entrando em uma casa, insultando os dois residentes e, aparentemente, entregando-os à polícia, enquanto pede leis mais duras e apedrejamento para LGBT.

TV paquistanesa mostra jornalista entrando em uma casa, insultando os dois residentes e, aparentemente, entregando-os à polícia, enquanto pede leis mais duras e apedrejamento para LGBT.
O repórter Abb Takk TV em casa 'casal': Mostrar proposto apedrejando as pessoas LGBTI.
A repórter da TV paquistanesa invadiu a casa de um casal e reivindicou prisão, alegando que eles vivem um relacionamento 'gay'.
O show também contou com ofensas, alegando que as pessoas LGBT são "dignos de apedrejamento" e "a causa da AIDS".
Na estação de TV Abb Takk a notícia foi dada para a nação como "Macho e macho-fêmea vivendo como marido e mulher".
A história é que a repórter entrou na casa para entrevistá-los. e sai filmado tudo, aparentemente sem permissão.
Mostra uma substância e afirma ter encontrado no local e diz ser "Charf" um tipo de droga.
O homem diz a repórter que tem problemas psicológicos, e, está vivendo com alguém que parece ser uma mulher transexual, mas se refere ofensivamente chamando-a de "mulher-macho".
Depois disso, o casal parece ser levado pela "polícia" - embora fontes do Paquistão não saiba com certeza se foram presos ou o que aconteceu a eles.
O vídeo é filmado com uma música dramática de fundo, cheio de palavras como "mentira" e piscadas para tela quando a repórter parece não concordar com os comentários do suposto casal.
Chegando a casa, a repórter diz: "Tenho ouvido muito sobre vocês dois, estão bastante notórios".
A repórter pergunta a transexual o nome dela. Quando ela responde "Muhammad Selim", ela insiste "qual é o seu nome" usando um tom insultuoso e olhando para o vestido. Ela responde "Nila".
O casal diz esta junto há um ano, mas dormem separados.
O homem diz a repórter que tem problemas de saúde mental, mas ela se recusa a acreditar.
Ele diz: "O meu médico, o psiquiatra diz que algo está errado comigo."
Ela responde: "Como isso pode ser correto? Como alguém cuja mente não é sadia sabe que não é estável? Eu não acredito nele".
Mas depois parece aceitar que ele sofre de problemas de saúde mental.
Então ela acusa a pessoa trans: "Você a mente completamente fechada. Ele não é bom para ninguém agora... Você interrompeu uma família. Ele não está mentalmente bem".
A repórter também encontra fotos de cada um deles na parede, e afirma ser fotos de casamento - embora não produza nenhuma evidência que apoie esta afirmação.
Ela diz a seu público: "Você é capaz de ver essas duas fotografias atrás de mim, parece claramente que ela está vestida de noiva. Ela está tão bem vestida que nossas estrelas de cinema sentiriam inveja".
Enquanto isso, na tela, as mensagens são exibidas em Urdu, incluindo: "As pessoas [ignorantemente] amam aqueles que são dignos de apedrejamento."
Há também referências a prostituição homossexual com mensagens dizendo: "As pessoas decentes e respeitáveis ​​também estão envolvidas neste crime" e "lugares pequenos, camarotes, barracas são casas de pecados".
Outras legendas dizem: "Precisamos de legislações que reduzam a homossexualidade..." afirmando "Esta nação é destruída por causa de pessoas de mente aberta" e " A grande causa do HIV e AIDS é a homossexualidade ".
O caso foi destacada pelo grupo gay do Paquistão e comentam em seu relatório: "Condenamos e protestamos contra a imprecisão dos" fatos "apresentados, a invasão de privacidade, e a humilhação publica, envolvendo a polícia e os relatórios de intolerância homofóbica que visa demonizar a comunidade LGBT".
Assista ao vídeo aqui. O texto abaixo é a sua legenda não é nosso:


- See more at: http://www.gaystarnews.com/article/pakistani-tv-news-involved-arrest-gay-couple-calls-stoning181213#sthash.0RtOzybe.dpuf