Ator russo diz que os gays devem ser queimados vivos como um "perigo" para seus filhos

Um comediante russo causou polêmica dizendo a fãs esta semana que ele acha que os gays são "um perigo de vida" para os seus filhos, e que iria queimar todos os gays vivos.

Ivan Okhlobystin abordado pelos fãs da série russa 'Estagiários', que é diretamente influenciado pelo show 'Scrubs' dos EUA, na cidade siberiana de Novosibirsk, relatou ao The Moscow Times.
"Eu colocaria todos vivos no forno ... são um perigo de vida para os meus filhos", ele foi citado por reclamar sobre o "fascismo gay", e, chamá-los de "bichas" e uma "anomalia física", dizendo que deveria ser retirado seus direitos ao voto.
Com 47 anos é conhecido em toda a Rússia como uma personalidade extravagante na mídia, e serviu como um sacerdote cristão ortodoxo até 2010, quando seu sacerdócio foi suspenso.
Ele também fez uma breve candidatura à presidência da Rússia em 2011, e prometeu recursos provenientes de um livro para o regime na Síria.
Estagiários foi classificado como o melhor programa de televisão de 2012, na Rússia, em uma pesquisa estatal por VTsIOM, em dezembro de 2012.